Publicada em: 17/10/2017

Como um sistema de controle interno eficaz ajuda na gestão pública?

Um sistema de controle interno objetiva, antes de tudo, adotar um conjunto de ações que visam à organização de uma entidade. Dito isso, vale ressaltar que o sistema bem estruturado reflete diretamente na gestão pública. Isso porque representa uma ferramenta que pode auxiliar na adoção de ações preventivas, evitando equívocos e atuando como um conjunto de informações que comprovam a aplicação correta do dinheiro público.

 

Segundo Julio Machado, diretor executivo da empresa Confiatta Consultoria e Gestão: “é necessário esclarecer que não há regramento legal que estabeleça como deve proceder o controle interno. Há liberdade para que cada entidade estabeleça a sua metodologia de trabalho, bem como a especifique em legislação própria”, explica.

 

Para facilitar o entendimento, vamos fazer uma comparação com a forma como controlamos o orçamento de nossa própria casa. Cada família cria, ainda que inconscientemente, um método para elencar todos os dados financeiros da casa: os boletos (conta de energia elétrica, água, gás, internet, escola dos filhos, etc), os projetos (reformas, viagens, convite de shows, etc) – tudo isso vinculado a um sistema de prazos e vencimentos que devem ser cumpridos. Caso contrário, é possível que tenham que pagar juros, podendo até mesmo ter o nome protestado.

 

Da mesma forma acontece dentro de um órgão público, tornando, evidentemente, a responsabilidade e rigorosidade maiores. Em uma Prefeitura, por exemplo, criar um sistema de controle interno se relaciona também com a fiscalização do trabalho da gestão, tendo como objetivo elencar questionamentos de diversos setores para chegar a um panorama de andamento geral das propostas e do andamento da administração do município como um todo.

 

Para o especialista Julio Machado, há algumas orientações que auxiliam diretamente na eficácia deste sistema. “É importante que sejam fixadas a realização de avaliações periódicas que resultam em ‘pareceres’, emitidos pelos responsáveis do controle interno. O parecer conclusivo referente a uma avaliação periódica é único e deve ser apresentado ao gestor a tempo da análise, para que, se necessário, ele possa adotar ações para melhorar cada tópico proposto”, aponta Júlio, lembrando, ainda que: “a quantidade anual de avaliações periódicas deve ser fixada na legislação que regrará o sistema de controle interno no órgão local. Ou seja, a legislação específica de cada município ou órgão é que determinará o número de análises e em qual periodicidade. Há orientações dos órgãos de controle para que se processem, minimente, avaliações a cada dois meses”, completa.

 

Concluindo, é importante que os controladores internos e os gestores tenham em mente que a organização de um sistema de controle interno eficaz reflete diretamente no sucesso (ou insucesso) de uma gestão pública, pois atua como uma ferramenta estratégica indispensável de dados e informações. Além disso, é importante que o sistema de controle interno seja implantado com a ideia de descentralização da obtenção de informações. Porém, este é um assunto para um próximo post. Fique de olho em nossos conteúdos, envie dúvidas e sugestões.

ÚLTIMAS DO BLOG

Diretor Executivo do Grupo Confiatta será palestrante no 9º SGESP
Nos próximos dias 21, 22, 23, 24, 29, 30 e 31/07 acontecerá, no formato digital, o 9º Seminário de Gestão Pública Fazendária (SGESP)....
Publicada em: 17/10/2017
VER MAIS
Receita Federal trata do Regime Fiscal de Sociedade Unipessoal de Advocacia
Em 29.06, a Receita Federal do Brasil editou a Solução de Consulta nº 88 - COSIT, na qual reconheceu ser aplicável à sociedade unipessoal de advoca...
Publicada em: 17/10/2017
VER MAIS
Câmara aprova adiamento das eleições municipais para novembro; PEC será promulgada nesta quinta
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (1º) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que adia as eleições municipai...
Publicada em: 17/10/2017
VER MAIS

EM QUE
PODEMOS
AJUDAR?

Escritório

Rua Caracas, 886
Jardim América - Sorocaba/SP
CEP: 18046-718


Telefone:

+55 (15) 3233-8395


E-mail:

contato@confiatta.com.br

Entre em contato conosco, preencha nosso formulário de contato.

Grupo Confiatta® 2020. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: